quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

DEVOCIONAL - Mês Fevereiro/2017

Inveja
Texto Bíblico: Números 12:1-16
“Onde há inveja e ambição egoísta, ai há confusão e toda espécie de males” Tiago 3:16
Moisés está contente que sua esposa pôde voltar depois de ficar com seus pais durante a perigosa crise da saída de Israel do Egito. Com alegria restabeleceram o seu lar. Mas fora da tenda familiar, alguém que costumava falar com Moisés frequentemente fica sentida. É sua irmã Miriã, auxiliadora feminina dele. Sente ciúme da mulher de Moisés, pois ele não dispõe de tanto tempo para consultas como dantes. Começa a pensar que, visto que Moisés havia se casado com uma mulher que não era israelita, não deveria ocupar sozinho a liderança principal do povo. Facilmente convence seu irmão Arão de que eles haviam sido excluídos. Embora Moisés não sentisse nada, o Senhor Deus ouviu tudo e tomou as medidas necessárias para evitar problemas maiores. Censurou os dois, Miriã mais severamente. De coração perdoador, a pedido de Arão, Moisés orou por ela para que fosse curada do castigo físico enviado por Deus. Você deve notar que a suspeita traz graves problemas. Sutilmente invade a alma como um vírus. Resulta em cochichos e conversas que podem ofender sem razão o caráter de alguém. Essa pessoa sofre justamente o julgamento que alguém levantou por um impensado “ouvi dizer”. Facilmente formamos julgamentos a respeito de políticos e de outras pessoas, inclusive aqueles que com sacrifício zelam pelas nossas almas. Nisso tudo o criticado Moisés nada sofreu, pois o Senhor Deus o defendeu. Deus zela pelos servos que escolhe. Mas Miriã sentiu no corpo a mão de Deus numa doença repugnante que simbolizou o seu pecado. Sendo nós da “mesma raça” e tendo em vista nossas tendências humanas, Deus quer ensinar nos a pedir-lhe o seu amor, que “não inveja, não se vangloria, não se orgulha” (!Co 13:4). Com tais atitudes, quando seguimos o caminho do amor, nosso relacionamento com outras pessoas em casa, no trabalho e na igreja vai bem melhor.
“Inveja e ciúme só conseguem existir longe de Deus”


Nenhum comentário:

Postar um comentário