quinta-feira, 19 de julho de 2018

BlogIEP Entrevistas: As pessoas não nascem gays, diz autor de livro sobre a homossexualidade.

Ciência revela que as pessoas não nascem gays 
Em uma entrevista concedida ao jornal espanhol El Pais sobre seu livro “Compreender e sanar a homossexualidade”, Richard Cohen, quem se define a si mesmo com um “ex-gay”, afirmou que a Associação Norte-americana de Psicologia depois de muitas investigações chegou à conclusão de que as pessoas não nascem homossexuais. O livro do Cohen foi colocado à venda em 2004. Em 2012 a editorial LibrosLibres fez uma nova edição que recebeu a aceitação do público incluindo os leitores homossexuais. Entretanto o movimento de lésbicas, gays, transexuais e bissexuais (conhecido pela sua sigla LGTB) pediu que o livro fosse retirado das livrarias o qual foi considerado como um ataque à liberdade de expressão. Na entrevista ao El Pais e explicando a verdadeira origem da homossexualidade, Cohen afirmou que “em 2008, a Associação Norte-americana de Psicologia disse que embora houvesse muitas investigações sobre as possíveis causa genéticas, biológicas ou hormonais da orientação sexual, não houve descobertas que permitam aos cientistas chegar à conclusão de que a orientação sexual esteja determinada por um ou vários fatores particulares. A ciência diz que as pessoas não nascem gays”.
Ao ser perguntado se a homossexualidade é um fator biológico o autor do livro sustentou que aqueles que experimentam sentimentos homossexuais são homens e mulheres extremamente sensíveis e assinalou que eles “vivem uma relação com seus pais, com seus companheiros e com seu entorno, deferente à dos seus irmãos e às de outras pessoas ao seu redor. Essa sensibilidade pode assentar as bases para os sentimentos homossexuais”. O autor do livro, que nos últimos 21 anos trabalhou como psicoterapeuta, confessa que suas reflexões partem de uma experiência pessoal e manifestou que “eu mesmo vivi como gay, tive um companheiro gay durante três anos”. Entretanto durante muito tempo Cohen sofreu por viver nesse estado e reconheceu que não recebeu ajuda porque “muitos terapeutas me diziam que eu tinha nascido gay, que não havia nada a ser feito. Que eu devia aceitar e viver uma vida gay”. O autor explicou que atrás das pessoas homossexuais quase sempre há uma história de dor que preferem ocultar. “Sob meu desejo pelos homens havia uma ferida. Não recordava que meu tio tinha abusado sexualmente de mim. É algo que reprimi durante 25 anos, até que fiz minha terapia. Então encontrei a um mentor masculino, heterossexual. Quando experimentei o luto por esse abuso minhas tendências homossexuais desapareceram”. Ao referir-se às causas da homossexualidade Cohen sustenta que o abuso sexual é uma das razões e explicou que “nunca é uma coisa só. É uma combinação de vários fatores. 50 por cento de meus clientes sofreu abuso sexual por parte de alguém do mesmo sexo”. Logo depois de assinalar que os homossexuais são uma porcentagem pequena da população e muitos deles seguem sentindo-se mal consigo próprios apesar de seu bom estado físico já que “não importa quantos músculos desenvolvam, mesmo assim eles se sentem inferiores interiormente”. Richard Cohen explicou logo que é um mito afirmar que se nasce gay porque cientificamente isso não é válido. “Mas tampouco se pode dizer que ser gay seja uma opção. A pessoa não acorda um dia e decide ser gay. Há uma série de fatores combinados que fazem que alguém se comporte como gay. Tratando centenas de homossexuais venho descobrindo que há uma série de contextos comuns em todos eles”, acrescentou.
Finalmente Cohen disse que “nas biografias dos famosos fica claro também: tiveram experiências similares. Rosie O’Donnell, Greg Luganis, Elton John, Ricky Martin, Ellen DeGeneres… todos têm histórias semelhantes.
Fonte: ACI Digital

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Esboço de sermão pastor Euzebio: Cristo em nós esperança da Glória.

“Cristo em nós esperança da Glória”
Texto Bíblico: Colossenses 1:27
Introdução: Os falsos mestres já na igreja de Colossos e nas igrejas de hoje acreditam que a perfeição espiritual era um plano secreto e escondido que apenas algumas pessoas privilegiadas poderiam descobrir. Porém Paulo disse que estava proclamando a Palavra de Deus em sua plenitude, não apenas um a parte do plano. Ele também chamou o Plano de Deus de um “mistério oculto dos séculos e das gerações”, não no sentido de que apenas alguns o entenderiam, mas porque estava escondido ate que Cristo viesse. Por meio de Cristo, esse mistério foi revelado a todos. O Plano secreto de Deus pode ser resumido pela seguinte frase: “Cristo vive em nós”. Deus planejou ter Seu Filho, Jesus Cristo, vivendo nos corações de todos que creem nEle. “A vida de um verdadeiro cristão revela à presença do Salvador. Sua vida é um testemunho do poder e da graça de Cristo”. Muitas vezes passamos por tribulações, provações e até mesmo angústias e desespero, as circunstâncias parecem ser maiores que nós, e sentimo-nos derrotados, fracassados, impotentes e sem esperança. Foi assim com Jairo, quando recebeu a noticia de que era tarde demais, sua única filha havia morrido, e já não valia à pena Jesus ir até ela (Mc 5:35). Foi assim com Marta, quando seu irmão Lazaro adoeceu e morreu quatro dias antes de Jesus chegar a Betânia (Jo 11:17). Foi assim com Jó, quando ele perdeu tudo o que tinha; bens, filhos e filhas, saúde, reputação, numa sucessão de perdas quando até mesmo sua esposa e seus amigos se voltaram contra ele (Jó 1,2). Mas ate mesmo nessas situações tão extremas, a guerra esta perdida! Talvez ao longo da nossa caminhada com Deus, nós percamos algumas batalhas mas nunca a guerra! O nosso general é Cristo! É Ele quem peleja por nos e nos dá a Vitória!!! Jesus Cristo - a esperança da Glória! É nEle que devemos colocar a nossa esperança e a nossa Fé! Assim como Jairo, Marta e Jó, devemos colocar nossa fé no SENHOR e crer que nem tudo está perdido, e que apesar da adversidade das circunstâncias, “Ainda há Esperança” (Jó 14:7-9). Sim, devemos crer que ao cheiro das águas, vivera e dará frutos! O Senhor está no controle... Ele tem um plano, e assim como Ele disse a Jairo, Hoje Ele diz a você e a mim: “Não tenhas medo confia em Mim”. Jesus ordenou à filha de Jairo que se levantasse, e a menina logo saltou e começou a andar. “Anda há esperança” Marta sabia disso quando disse: “Senhor, se cá estivesses, o meu irmão não teria morrido. Mas eu sei que mesmo agora não é tarde demais, pois tudo o que pedirdes a Deus, Ele te dará” (Jo 11:20). Ha um proposito para todas as coisas! Portanto, “Aquietai-vos e sabeis que Eu Sou Deus” (Sl 46:10). O Senhor quer reverter as adversidades em bênçãos! Quando Jesus soube que Lazaro havia adoecido, Ele disse que sua doença não era para morte, mas para a gloria de Deus. Que Ele, o Filho de Deus, o próprio Deus receberia glória em resultado daquela enfermidade. Jesus ressuscitou Lazaro e muitos judeus que presenciaram este milagre creram nEle. Da mesma forma, hoje o Senhor nos convida a declarar que a adversidade pela qual estamos passando, não e para a morte, mas para a glória de Deus! Quando Jó analisa sua vida, ele conclui que tudo o que aconteceu com ele contribuiu para que ele tivesse uma maior intimidade com Deus: ANTES “eu te conhecia só de ouvir, MAS agora os meus olhos te vêem” Jó 42:5. E o SENHOR restaurou a sorte de Jó e deu-lhe o dobro de tudo o que ele possuía. Portanto, não se dê por vencido! “Ainda há Esperança”. Logo você entenderá o propósito de Deus para tudo isto que você está passando. 
Conclusão: Cristo em vós, significa Cristo abraçado pela Fé como a nossa justiça e força; e este é o fundamento seguro sobre o qual esperamos a “Glória” (Ef 3:17) “Para que Cristo habite pela Fé nos nossos corações”. Quando o coração de um pecador é aberto pelo Espírito Santo, quando a beleza e a excelência do Salvador são mostradas a ele, o coração abraça interiormente a Cristo, unindo-se a ele. Cristo assim, abraçado é a Esperança da Glória.”Estai em Mim, e Eu em vos”  (Jo 15:4). Amém

terça-feira, 17 de julho de 2018

Testemunhos: pr. Ubiratã Souza (Pedalando no Sertão)

O pr. Ubiratã Souza evangelizou pessoas do sul do Piauí e do oeste da Bahia.
Debaixo de sol, sobre duas rodas de uma bicicleta, com poucos recursos, mas com muita vontade em levar a Palavra de Deus, assim, por muitos dias, foi a rotina do pastor e missionário Ubiratã de Souza que, desde os 22 anos, tem dedicado grande parte do seu tempo em ganhar vidas para Jesus.
“Quando ainda era jovem, Jesus me apareceu. Vi Suas mãos, Seu sangue e demônios correndo. Desde esse dia não parei mais de pregar o evangelho; dizer que Cristo é o salvador de nossas vidas e que grandes coisas Deus têm feito por nós”, explicou Ubiratã. O pastor, que não imaginava ganhar este título, logo após seu encontro com Jesus, comprou um chapéu, no qual escreveu: “Ao Deus Desconhecido”, baseado passagem bíblica de Atos 17.23; e saiu de bicicleta pelo sul do Piauí e o oeste da Bahia evangelizando pessoas carentes – (“Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais, não o conhecendo, é o que eu vos anuncio” – Atos 17.23). Segundo Ubiratã, ele visitou diversos lugares, pregando a Palavra de Deus, bem como vendo milagres acontecerem. Além disso, muitas pessoas se converteram e também serem batizadas. Quantos aos quilômetros percorridos em cima de duas rodas, o pastor declara que esses são incalculáveis. “Certo dia, minha netinha estava chorando muito. Várias pessoas a pegavam no colo, mas ninguém conseguia fazer com que ela parasse de chorar. Então, o pastor Ubiratã veio até a minha casa, orou e a criança urinou bastante. Logo em seguida, ela parou de chorar”, contou Terezinha, moradora do Estado do Piauí.

O documentário: “Pedalando no Sertão”:
Se você tem interesse em conhecer um pouco mais sobre a história deste homem que tem vivido para realizar a obra do Senhor, acesse https://vimeo.com/73620728 e não deixe de assistir ao documentário “Pedalando No Sertão”.
Fonte: Cristiane Soares